loading...

Educação financeira em tempos de crise

Nos últimos anos, maio se tornou um mês de referência no cooperativismo de crédito, devido realização da Semana Nacional

 

Nos últimos anos, maio se tornou um mês de referência no cooperativismo de crédito, devido à realização da Semana Nacional de Educação Financeira. Este ano, porém, a tradição será quebrada devido à pandemia da Covid-19. A 6ª edição do evento foi adiada para o segundo semestre, mas isso não significa que podemos nos descuidar do controle financeiro. Ainda mais nesse período de crise que estamos vivendo, que terá reflexo direto também na economia do país.

 

“O Sicoob Nossacoop, como as demais cooperativas, tem um papel importante em momentos de crise. O sentimento cooperativista nos faz ficar ao lado das pessoas, analisando caso a caso para ver como ajudá-las. Não somos entidade filantrópica, mas precisamos cuidar dos nossos mais de 16 mil cooperados”, explica Gilmar Guimarães, diretor Administrativo e Financeiro do Sicoob Nossacoop. Para isso, uma das soluções é a consultoria personalizada gratuita oferecida pela Cooperativa.

 

Por meio dela, é possível apresentar as demandas e ter acesso a ferramentas de gestão financeira que melhor se adaptem a cada caso. O atendimento é individual, mas pode se estender ao cônjuge, para que ambos possam cuidar melhor das finanças da família. E, durante o período de pandemia, o atendimento será feito de forma virtual. A consultoria é gratuita, tem a duração de 1 hora e você já pode agendar a sua consultoria, através deste link:

 

 

 

 

Enquanto isso, algumas ações simples já podem ser tomadas para evitar que a crise impacte ainda mais a vida financeira familiar. “A orientação é tentar controlar gastos. Estamos em um momento de muita incerteza no mundo inteiro, então é preciso usar as reservas com parcimônia e refazer o planejamento”, orienta Gilmar. Isso se faz necessário porque muitas pessoas acabaram perdendo fontes de renda nesse período, seja porque foram demitidas ou tiveram a carga horária de trabalho reduzida. Nestes casos, é preciso readequar as despesas, para evitar o desequilíbrio do orçamento.

 

Para o diretor, o momento é de conscientização. “Ninguém pode gastar mais o que gastava antes. Isso vai se estender até mesmo ao pós-crise de saúde, pois a recuperação econômica será mais lenta. É preciso reunir a família para definir como diminuir gastos. A receita é essa”, finaliza.

 

Compartilhe esta página:

 
 

Ouvidoria
Atendimento Seg. a Sex. - 8h às 20h
0800 725 0996

 

Deficientes auditivos ou de fala
Atendimento Seg. a Sex. - 8h às 20h
0800 940 0458.

 

 

Cartões Sicoobcard
Regiões Metropolitanas
4007 1256

 

Demais Regiões
0800 702 0756

 

ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS:

Quer receber as novidades da cooperativa por e-mail?

RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Carregando formulário...