Sicoob JUS-MP nasce da união de duas grandes cooperativas

UMA ALIANÇA FORTE COMO O AÇO

 

Atentas à tendência mundial da formação dos grandes conglomerados financeiros, em março de 2010, a MPCRED (Cooperativa de Crédito dos Integrantes do Ministério Público do Estado de MG) e a COOPERMAGIS (Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Integrantes do Poder Judiciário do Estado de MG) aliaram suas forças e expertises para formar o SICOOB JUS-MP (Cooperativa de Crédito dos Integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público do Estado de MG Ltda.)

 

A aliança se concretizou durante a Assembléia Geral de cooperados, realizada no dia 27 de março, no auditório da AMMP (Associação Mineira do Ministério Público). Neste evento também aconteceram as eleições de cinco membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal da nova Cooperativa. A integração contábil foi efetivada no mês de maio, unificando os recursos de ambas.

 

A convergência de valores e princípios foi determinante para a aliança societária. Maior e mais robusta, com aumento dos ativos, mais pontos de atendimento e carteira mais ampla de serviços, o SICOOB JUS-MP ganhou poder de escala, com a redução de custos, taxas de aplicação maiores e juros menores em financiamentos. 

 

AS COOPERATIVAS 

 

A MPCRED foi inaugurada em 21 de janeiro de 2000, graças ao pioneirismo de 43 sócio-fundadores. O primeiro diretor-presidente foi Tomaz de Aquino Rezende. À época da união com a Coopermagis tinha cerca de 1.500 cooperados, congregando os servidores e membros do Ministério Público mineiro (Promotores e Procuradores de Justiça). 


A COOPERMAGIS teve início em 11 de outubro de 2001, com 30 sócios fundadores e capital inicial de R$ 15 mil. O convênio firmado com os tribunais de Justiça de Minas Gerais, de Alçada, de Justiça Militar e Regional Eleitoral, que autorizaram descontos em folha dos seus 650 cooperados, constituiu relevante papel na consolidação das condições favoráveis a seu funcionamento.